Filtrar por

O polietileno é um termoplástico semi-cristalino que é comercializado em duas variantes principais, o polietileno de baixa densidade (LDPE – Low Density PolyEthylene) e o polietileno de alta densidade (HDPE – High Density PolyEthylene).

A principal diferença entre os dois tipos de polietileno é o seu grau de cristalinidade, que se vai refletir em propriedades como rigidez, ponto de fusão e turbidez. São materiais de uso comum, de baixo custo e fáceis de processar. Podem ser facilmente coloridos através, por exemplo, da utilização de concentrados de cor (masterbatch) de base adequada.
SUBCATEGORIAS DE PRODUTOS

O LDPE é menos cristalino, mais flexível e processável a temperaturas mais baixas.

Em produtos de espessura muito baixa, como os filmes e algumas embalagens moldadas, conseguem apresentar uma razoável transparência. A sua elevada flexibilidade faz do LDPE um material de eleição para embalagens flexíveis. É também muito utilizado em revestimentos de cabos elétricos por ser um bom isolante, aliás, como a maior parte dos plásticos. É processado principalmente por extrusão, sopro e injeção.

O HDPE é mais cristalino e por isso mais rígido e mais resistente à temperatura (maior ponto de fusão).

A sua razoável rigidez, associada à sua excelente resistência ao impacto, mesmo a muito baixas temperaturas, faz com que este material seja usado em algumas aplicações mais exigentes. São exemplos disso as grades para garrafas, moldadas por injeção. Neste tipo de aplicações deve-se utilizar aditivação adequada para garantir a resistência aos UV. O HDPE é um material também muito usado para vários tipos de frascos e outros reservatórios moldados por sopro. Está presente no fabrico de filme, cuja aplicação mais comum são os sacos de supermercado. Podem-se encontrar nas peças em HDPE de grandes dimensões, normalmente produzidas por moldação rotacional.

O polipropileno (PP) é um termoplástico semi-cristalino, de baixo custo e fácil de processar.

É um material de uso comum, embora também seja utilizado em muitas aplicações de engenharia, devido à elevada versatilidade. Através de métodos sofisticados de co-polimerização e de aditivação é possível obter materiais com propriedades muito diferentes, que vão desde o soft touch à elevada rigidez dos graus com fibra de vidro. O PP, ou os vários tipos de PP, podem ser processados por extrusão, termoformação, sopro e injeção. É utilizado em diversas aplicações, como mobiliário de jardim, peças para a indústria automóvel, filme biorientado com excelente transparência, cordas e ráfias de elevada resistência e diversos tipos de tampas e cápsulas. A elevada resistência à fadiga faz do PP o material de eleição para o fabrico de peças com dobradiças integrais. Os polipropilenos carregados com carbonato de cálcio e/ou talco são utilizados em aplicações que exigem rigidez e estabilidade dimensional melhorada, a baixo custo. Para aplicações mais exigentes, em termos de resistência mecânica, resistência térmica e estabilidade dimensional, é comum utilizar-se polipropileno reforçado com fibra de vidro. Através de co-polimerização ou mistura com materiais elastoméricos, como por exemplo o EPDM, obtêm-se polipropilenos com diferentes níveis de flexibilidade, que, dependendo da percentagem de elastómero, vão desde o chamado PP modificado ao impacto até aos TPE (elastómeros termoplásticos).
SUBCATEGORIAS DE PRODUTOS

O polipropileno homopolímero é o material de base de todos os tipos de PP e é um dos tipos de PP mais utilizados.

Tem uma elevada rigidez. Elevada resistência à temperatura permitindo aplicações em contínuo com temperaturas acima dos 100 ºC. Porém a sua principal limitação é a baixa resistência ao impacto a temperaturas negativas. Apresenta uma contração elevada, como todos os plásticos semi-cristalinos, o que diminui a sua estabilidade dimensional.

Para aplicações em que se exige ainda uma elevada rigidez, mas em que a resistência ao impacto a baixa temperatura é um requisito essencial, deve-se utilizar o PP copolímero de blocos, também conhecido como PP copolímero heterofásico.

É um material copolimerizado com etileno através de um processo que permite obter um óptimo compromisso entre rigidez, resistência ao impacto e gama de temperaturas de utilização. Ao contrário do que acontece com os materiais amorfos, nos materiais semicristalinos, nomeadamente nos polipropilenos, a temperatura mínima de utilização pode ser um requisito importante, uma vez que estes materiais podem tornar-se frágeis a temperaturas baixas.

Outro tipo de PP copolímero muito utilizado é o copolímero aleatório, ou random.

Neste caso a co-polimerização com etileno é feita de modo a dificultar a cristalização do material, conseguindo-se deste modo aumentar, não só a resistência ao impacto, mas também a transparência e o brilho dos produtos. A rigidez e a resistência à temperatura são, em regra, inferiores às do copolímero de blocos. É um material muito utilizado em diversos tipos de embalagem.

O poliestireno (PS) cristal, é um termoplástico amorfo, de uso comum, utilizado em aplicações que exijam elevada transparência e rigidez.

É um material de baixo custo e fácil de processar. Pode ser facilmente colorido através da utilização de concentrados de cor (masterbatch) de base adequada. É utilizado principalmente no fabrico de peças injectadas, como talheres e pratos descartáveis, caixas transparentes para embalagem de produtos vários, como CD's. Neste último caso a importância da estabilidade dimensional é evidente dado que se pretende um encaixe perfeito entre duas peças.
SUBCATEGORIAS DE PRODUTOS

O Poliestireno antichoque, ou HIPS (High Impact PolyStyrene) é uma variante do PS cristal, misturado com uma pequena percentagem de borracha (butadieno).

O HIPS é assim um PS resistente ao impacto. butadieno tem como função absorver energia e, assim, ultrapassar a principal desvantagem do poliestireno cristal: a sua elevada fragilidade (quebra facilmente). A dimensão das partículas de butadieno não permite que o material seja transparente. É muito utilizado na cor branca, por exemplo, em copos de iogurte e nos interiores dos frigoríficos. É vulgarmente processado por extrusão, termoformação e injeção.

O SAN faz parte, juntamente com o ABS e o ASA, de um grupo de materiais conhecidos como copolímeros de estireno.

Resultam da copolimerização do estireno com um ou mais monómeros adicionais, de modo a melhorar algumas propriedades do poliestireno, nomeadamente a resistência ao impacto e a resistência química.
SUBCATEGORIAS DE PRODUTOS

O SAN resulta da co-polimerização do estireno e do acrilonitrilo.

O resultado é um termoplástico amorfo, transparente e com resistência química e resistência ao impacto melhorada, relativamente ao poliestireno. É utilizado principalmente em peças injectadas como, por exemplo, embalagens de mais longa duração ou recipientes transparentes.

O ABS resulta da co-polimerização do estireno com butadieno e acrilonitrilo.

Obtém-se um material com uma combinação ímpar de propriedades como rigidez, resistência ao impacto e processabilidade. É um plástico amorfo que permite obter peças com uma estabilidade dimensional e um brilho elevados. Embora existam tipos de ABS transparentes, o mais comum é o produto apresentar-se opaco. É um dos termoplásticos de engenharia mais utilizado. É moldado principalmente por injecção e extrusão, no fabrico do mais variado tipo de produtos.

O ASA resulta da co-polimerização do estireno com acrilato e acrilonitrilo.

É um material semelhante ao ABS, em que a parte elastomérica de butadieno é substituída por uma borracha de acrilato. Consegue-se assim contornar, talvez, a principal limitação do ABS: baixa resistência aos UV. O ASA é utilizado principalmente em peças para utilização exterior como, por exemplo, mobiliário de jardim.

PC/ABS

O PC/ABS é uma mistura de PC e de ABS que alia as propriedades de resistência ao calor e ao impacto do PC com a processabilidade do ABS. Assim, a maior dificuldade de processamento do PC pode ser contornada através da utilização de misturas de PC/ABS, embora à custa da perda de transparência, sem comprometer significativamente o desempenho mecânico. Consegue-se também uma melhoria na resistência à fissuração sob tensão, em relação ao PC.

O policarbonato (PC) é um termoplástico de engenharia amorfo que permite combinar excelentes propriedades mecânicas e de resistência térmica com uma elevada transparência.

Ao contrário de outros termoplásticos amorfos, como os estirénicos que amolecem a temperaturas abaixo dos 100 ºC, o PC suporta temperaturas próximas dos 150 ºC. O PC tem uma resistência ao impacto muito elevada, o que faz dele o material de eleição para aplicações de protecção, como escudos das forças de segurança, óculos de protecção e as coberturas dos estádios de futebol. É também muito utilizado na indústria elétrica e eletrónica devido aos requisitos de resistência térmica, estabilidade dimensional e de resistência ao impacto em peças finas, comuns nesta área de aplicação. É um material com tendência para a fissuração sob tensão (stress cracking) pelo que as condições de processamento têm de ser devidamente controladas para evitar as tensões internas nos produtos moldados. O policarbonato é vulgarmente processado por injeção, extrusão e sopro.

O POM, também conhecido como poliacetal, é o termoplástico com menor coeficiente de atrito e, por isso, com excelentes propriedades de autolubrificação.

É o plástico de eleição para peças que, durante a aplicação, são sujeitas a fricção. Um exemplo típico é o fecho éclair. Tem também uma elevada rigidez e um bom comportamento de longa duração, nomeadamente à fadiga e à fluência. É normalmente processado por injeção e por extrusão. A temperatura de processamento deste material tem de ser rigorosamente controlada uma vez que liberta formaldeído a partir de 230 ºC. A temperatura e o tempo de arrefecimento também podem ter muita influência no desempenho das peças em POM.

O PBT, juntamente com o PET, pertence ao grupo dos poliésteres termoplásticos, ou poliésteres saturados.

É o termoplástico de eleição para aplicações que exigem elevada resistência ao calor. É normalmente moldado por injeção, para aplicações como botões de fogões, teclados, cabos de frigideiras ou peças de secadores. As suas propriedades mecânicas e de resistência térmica, principalmente o HDT, são superiores nos graus reforçados com fibra de vidro.

PRODUCT DISTRIBUIDO POR

  • Aplicar em:
    Cores
    Cores
    Cores
    Branco
    Preto
    Aditivos
    Mínimo
    Branco
    Preto
    Aditivos
    Mínimo
  • LDPE
    25 kg
  • LLDPE
    25 kg
  • HDPE
    25 kg
  • EVA
    25 kg
  • PP
    25 kg
  • GPPS
    25 kg
  • HIPS
    25 kg
  • SAN
    25 kg
  • ABS
    25 kg
  • ABS/PC
    25 kg
  • ASA/PC
    25 kg
  • PA
    25 kg
  • PA/ABS
    25 kg
  • PC
    25 kg
  • PBT
    25 kg
  • PET
    25 kg
  • PMMA
    25 kg
  • PVC
    25 kg
  • POM
    25 kg
  • TPU
  • Referência
    % TiO2
    % TiO2
    % TiO2
    Base
    Observações
    Base
    Observações
  • MB 17 White
    50
    PS
    High Quality
  • MB 117 White
    50
    PP
    High Quality
  • MB 127 White
    70
    PE
    High Quality
  • MB 128 White
    60
    PE
    High Quality
  • MB 173 White
    60
    PE
    Blue shade; High Quality
  • MB 194 White
    35
    PE
    High Quality
  • MB 1394 White
    50
    Cop. Etileno
    High Quality
  • MB 1569 White
    60
    PS
    High Quality
  • MB 1604 White
    50
    SAN
    High Quality
  • MB 1730 White
    70
    PP
    High Quality
  • MB 1743 White
    50
    POM
    High Quality
  • MB 1886 White
    70
    PE
    Standard
  • MB 1887 White
    60
    PE
    Standard
  • MB 1888 White
    60
    PE
    Standard
  • MB 1889 White
    45
    PE
    Standard
  • MB 1938 White
    50
    TPU
    High Quality
  • MB 1970 White
    50
    PC
    High Quality
  • Referência
    % Negro de Fumo
    % Negro de Fumo
    % Negro de Fumo
    Tipo
    Base
    Observações
    Tipo
    Base
    Observações
  • MB 81181 Black
    20
    HAF
    PE
    Standard
  • MB 81325 Black
    20
    HAF
    PE
    Standard
  • MB 81564 Black
    HAF
    Cop. Etileno
    Standard
  • MB 81805 Black
    20
    HAF
    PE
    Standard
  • MB 81855 Black
    HAF
    SAN
    Standard
  • MB 81893 Black
    20
    HAF
    PP
    Standard
  • MB 82032 Black
    HAF
    Cop. Etileno
    Standard
  • MB 82033 Black
    HAF
    EVA
    Standard
  • MB 82332 Black
    HAF
    POM
    Standard
  • MB 82352 Black
    HAF
    TPU
    Standard
  • MB 82389 Black
    HAF
    EVA
    Standard
  • MB 82431 Black
    HAF
    PA
    Standard
  • MB 81373 Black
    40
    P
    PE
    High Quality
  • MB 81391 Black
    40
    P
    PP
    High Quality
  • MB 81425 Black AO
    40
    P
    PE
    High Quality
  • MB 81613 Black
    P
    SAN
    High Quality
  • MB 81705 Black
    25
    P
    PE
    High Quality
  • MB 81774 Black
    P
    PS
    High Quality
  • MB 81924 Black
    P
    Cop. Etileno
    High Quality
  • MB 82117 Black
    P
    PC
    High Quality
  • MB 81327 Black
    SRF
    PS
    Standard
  • MB 81816 Black
    50
    SRF
    PE
    Standard
  • Referência
    Aroma
    Aroma
    Aroma
    Aplicação
    Aplicação
  • MB 9218 Natural Strawberry
    Morango
    LDPE/HDPE/EVA
  • MB 9219 Natural Lavender
    Lavanda
    LDPE/HDPE/EVA
  • MB 9221 Natural Lemon
    Limão
    LDPE/HDPE/EVA
  • MB 9228 Natural Borotalcum
    Talco
    LDPE/HDPE/EVA
  • Grau Poliversal
    Descrição do produto
  • ABS RT
    ABS resistente à temperatura, para injeção. Boa resistência ao impacto e excelente estabilidade térmica durante o processamento.
  • ABS FM
    ABS de fluxo fácil, para injeção. Elevada resistência ao impacto e à deflexão térmica.
  • ABS FA
    ABS de elevado fluxo, para injeção. Boa resistência ao impacto. Desenvolvido para peças de paredes finas.
  • ABS AX1
    ABS autoextinguível de elevado fluxo.
  • ABS AX2
    ABS autoextinguível de elevada resistência ao impacto.
  • ABS TR
    ABS transparente de elevado fluxo.
  • ASA RT
    ASA para injeção. Elevada resistência ao impacto e à deflexão térmica.
  • SAN FM
    SAN para injeção. Boa resistência química, elevada transparência e boas propriedades mecânicas.
  • PC FM
    PC de fluxo fácil, para injeção. Contém estabilização aos UV e agente desmoldante.
  • PC FA
    PC de elevado fluxo, para injeção. Contém estabilização aos UV e agente desmoldante.
  • PC/ABS 65
    Mistura de PC/ABS. Para injeção de uso geral.
  • POM FM
    POM copolímero de fluxo fácil, para injeção. Boas propriedades mecânicas.
  • POM FA
    POM copolímero de elevado fluxo, para injeção. Desenvolvido para moldes de várias cavidades e para peças finas.
  • Referência
    Base
    Base
    Base
    Aplicação
    Aplicação
  • MB 995 Antiblock PE
    PE
    Antiblock
  • MB 9143 Slip PE
    PE
    Slip Agent
  • MB 9154 UV PE
    PE
    Anti-UV
  • MB 9192 PA PE
    PE
    Processing Aid
  • MB 9197 Slip AB PE
    PE
    Slip Agent + Antiblock
  • MB 9198 Slip PE
    PE
    Slip Agent
  • MB 9199 Desiccant PE
    PE
    Desiccant
  • MB 9200 AT PE
    PE
    Antistatic
  • MB 9201 Slip PBAT
    PBAT
    Slip Agent
  • MB 9204 Slip PP
    PP
    Slip Agent
  • MB 9206 AO PE
    PE
    Antioxidant
  • MB 9209 Antiblock PBAT
    PBAT
    Antiblock

Forma física e armazenamento
Os nossos produtos são entregues na forma de pellets cilíndricas ou esféricas.
Embalagem padrão: Sacos de PE de 25 kg.
Armazene em locais frescos e secos, protegidos da luz solar direta.

Formulações de pigmentos à medida

Nas situações em que o masterbatch não funciona a Poliversal tem a capacidade de formular misturas de pigmentos em pó para os mais diversos materiais.

Por favor consulte os nossos serviços para mais informações.

Novos Produtos

GREEN CIRCLE

GREEN CIRCLE

Respeito pelo ambiente e procura das melhores soluções tecnológicas

A linha de masterbatches Green Circle da Poliversal é composta por matéria prima reciclada quimicamente resultante de um processo de alta eficiência que utiliza resíduos de plástico como matéria prima. Esta técnica permite que material, antes inutilizável, possa ser transformado novamente em matéria-prima para ser reutilizada no fabrico de novos produtos em plástico, incluindo embalagens alimentares. Matéria prima de elevado desempenho e certificada pela International Sustainability and Carbon Certification (ISCC PLUS).